Notícias 06
Doenças autoinflamatórias (Setembro 2014)
A variação da capacidade de resposta inflamatória do corpo humano perante uma infecção advém da enorme diversidade genética humana, uma das nossas características mais atractivas e interessantes. Esta variabilidade pode ser plenamente observada num pequeno número de doenças nas quais mutações em genes que codificam proteínas envolvidas na actividade inflamatória celular estão associadas a doenças inflamatórias severas. Nestes casos, lesões inflamatórias menores, que passariam despercebidas em circunstâncias normais, despoletam uma inflamação desregulada em doentes. Ao conjunto destas síndromes foi dado o nome de doenças autoinflamatórias.